Atraída por "roupas gratuitas" em grupo do Facebook, jovem de 19 anos é morta e tem bebê arrancado de sua barriga


Por Jane
sábado, 18 de maio de 2019

"A jovem de apenas 19 anos estava grávida de nove meses e como todas as mães queria que a chegada de seu filho tivesse totalmente preparada, e isso significava arrumar as roupinhas e tudo que um bebê precisa-se. Foi então que ela entrou em um grupo para "jovens mães" no Facebook, e lá acabou sendo atraída por uma mulher que aparentemente era muito bondosa e estava disposta a dar-lhe algumas roupinhas para seu filho que estava perto de nascer.  

Feliz da vida, e animada com a perspectiva de conseguir as roupas, a jovem chamada Marlen Ochoa-Lopes, sai da escola no lado oeste de Chicago por volta das 15h no dia 23 de abril e nunca mais foi vista.  

Um mês se passou e ninguém tinha notícias da jovem e a família tentava desesperadamente saber o que tinha acontecido com ela. Sua mãe, Raquel Uriostegui, disse a repórteres que o filho pequeno da filha, Lopez Ochoa estava se recusando a comer, e eles tiveram que remover todas as fotos da família, porque ele ficava perguntando para ele. 

"Ela não pode simplesmente ter desaparecido no ar ", disse ela aos prantos. "Ela não é uma pessoa que simplesmente desaparece e sai de casa, eu não posso acreditar que ela acabou de sair, grávida e abandonou seu outro filho, há algo errado aqui, algo ruim ." 

Aquela mãe desesperada estava certa quando as autoridades confirmaram que restos mortais descobertos em uma casa no lado sudoeste de Chicago pertenciam a Ochoa-Lopez e que seu bebê havia sido arrancado de seu ventre.